Moro aceita denúncia e Palocci vira réu por corrupção e lavagem de dinheiro

O juiz federal Sergio Moro aceitou nesta quinta-feira (3) a denúncia feita pela MPF-PR (Ministério Público Federal do Paraná) contra o ex-ministro da Fazenda e da Casa Civil Antonio Palocci, e outras 14 pessoas. Com a decisão de Moro, Palocci, que está preso desde o dia 26 de setembro em Curitiba, vira réu da Operação Lava Jato pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

A denúncia apura, entre outras condutas, pagamento aos publicitários João Santana e Mônica Moura que teriam sido feitos com dinheiro de propina paga pela empreiteira Odebrecht. Além de Palocci, também viraram réus o ex-presidente da Odebrecht Marcelo Bahia Odebrecht e o casal de publicitários.

Segundo a denúncia, “parte da propina paga pela Odebrecht ao PT estaria relacionada à atuação de Antonio Palocci em favor da empreiteira na contratação pela Petrobras de 28 sondas de perfuração para a exploração de petróleo na área do pré-sal. ”

Palocci havia sido denunciado pelos procuradores da Lava Jato por corrupção e lavagem de dinheiro. Ele foi apontado pelos procuradores como o responsável pelo “caixa geral” de acertos de propina entre o Grupo Odebrecht e o PT.

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp