Na Missa dos Santos Óleos, Dom Delson diz que é função do sacerdote “fazer cumprir as Escrituras, na sua vida e na dos fiéis”

O Administrador Diocesano de Campina Grande, Dom Manoel Delson Pedreira da Cruz, celebrou na manhã desta Quinta Feira Santa, na Catedral Diocesana de Nossa Senhora da Conceição, no centro de Campina Grande, a Missa dos Santos Óleos. A celebração, que na Catedral e Campina Grande ocorre tradicionalmente na quinta-feira da Semana Santa, reúne padres de toda a Diocese local.

A Missa tem o objetivo de preparar os óleos que serão utilizados até a Semana Santa do ano seguinte, em todas as igrejas da Diocese local, em três, dos sete Sacramentos da Igreja: Batismo, Crisma e Unção dos Enfermos. Também serve para que o clero renove seus votos e sacerdócio, junto à Igreja e ao seu Bispo. A Catedral ficou lotada, com a participação de padres de todas as igrejas da Diocese (Campina e cidades da região).

O Administrador Diocesano de Campina Grande, Dom Manoel Delson Pedreira da Cruz, lembrou que cada cristão, ao ser batizado, recebe uma missão, como Jesus Cristo recebeu, quando foi batizado no Rio Jordão.

Ao comentar as leituras desta quinta-feira e a sua importância para o clero, Dom Delson destacou o papel dos padres junto aos fiéis. “A função o sacerdote é fazer com que se cumpram as Escrituras, na sua vida e da vida dos fiéis”, afirmou o Administrador Diocesano.

Ele disse que, muitas vezes, ao cumprir com sua missão, os sacerdotes chegam a ser criticados por quem não entende ou não aceita as defesas da Igreja. “Nos criticam por defender o aborto, a eutanásia, a ideologia de gênero. Não podemos aceitar essas coisas que vão de encontro às Sagradas Escritoras. Mas a cruz é o grande símbolo da nossa fé”.

Dom Delson lembrou que cada cristão, ao ser batizado, recebe uma missão, como Jesus Cristo recebeu, quando foi batizado no Rio Jordão. “Nós também somos batizados na Igreja, recebemos uma unção semelhante àquela do Cristo, para fazer ressoar a Sua palavra”.

A Missa da Quinta Feira Santa também revive a Última Ceia do Senhor, quando Jesus Cristo instituiu a Eucaristia, ao repartir o pão e o vinho entre os discípulos, entregando-lhes o Seu Corpo e o Seu Sangue e pedindo para que a igreja mantivesse esse gesto, em Sua memória.

 Redação com Portal Carlos Magno

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp