“Não precisa ser em torno de Cartaxo”, diz Pedro Cunha Lima sobre unidade da oposição para 2018

O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB), filho do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), durante entrevista concedida no início da tarde desta sexta-feira (25) ao programa Rádio Verdade da Arapuan FM, falou sobre o pleito de 2018 e a possibilidade de compor a chapa majoritária.

“Acredito que existe outros nomes que justificam mais a disputa na chapa majoritária, agora não descarto meu próprio nome, como também não vou defender meu nome. Não devo estar na majoritária por essa razão, é uma possibilidade muito remota”, afirmou.

Pedro ainda defendeu a postulação do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), ao Governo do Estado. “Eu defendo o nome de Romero para o Governo, não tem como ignorar a gestão inovadora que o prefeito faz em Campina. Tanto eu como o senador Cássio defendemos o nome dele”, destacou.

Sobre a tese de candidatura própria do PSDB em 2018, o tucano disse: “Tenho a consciência que o pilar principal é a unidade da oposição que não precisa ser em torno de Luciano Cartaxo [também pré-candidato ao Governo da Paraíba pela oposição]. Na minha opinião, não é a prioridade do PSDB ter candidatura própria, mas sim manter a unidade que vem mostrando resultados.”

No plano nacional, Pedro reforçou a divisão do PSDB em relação ao apoio dado ao governo Temer, anunciou preferência pelo nome do senador Tasso Jereissati para Presidência do partido e revelou decepção com o senador Aécio Neves após denúncias envolvendo o ex-presidenciável.

Redação

Veja também:

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp