“O maranhista nunca dará um voto a cassista”, diz Hervázio sobre aliança entre PMDB e PSDB para 2018

Foto: Reprodução

“O maranhista, espontaneamente, ele jamais dará um voto a Cássio. E um cassista jamais dará um voto a Maranhão, porque eles não se perdoam. Em política você tem que somar, você não faz política dividindo. Um quer o apoio do outro, Maranhão quer o apoio de Cássio, e Cássio o apoio de Maranhão, mas esse casamento não vai dar certo nunca”.

Essa foi a análise do deputado estadual e líder do governo na Assembleia, Hervázio Bezerra(PSB), durante entrevista a uma emissora de rádio. O deputado, que tanto já foi filiado ao PMDB como ao PSDB, analisa como quase que “impossível” uma aliança entre os senadores José Maranhão(PMDB) e Cássio Cunha Lima(PSDB), para as eleições do ano que vem.

Para exemplificar essa impossibilidade Hervázio cita o fatídico dia da Convenção do Clube Campestre, no ano de 1998, que ali selava o rompimento do clã Cunha Lima com José Maranhão e o ingresso de quase todos os componentes do grupo no PSDB.”O que eles têm hoje? Chegaram a reconstruir a idéia que todos eles já foram do PMDB, e com o fatídico caso do Campestre migramos para o PSDB.Eu diria que esse sentimento, que aconteceu em 1998, existe uma sequela”, avaliou o líder governista, frisando que ainda tem um grande arquivo deste dia.

Redação

 

VEJA TAMBÉM

 

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp