“O problema dele é psiquiátrico e não passa em antidoping”, diz vice-prefeito de JP sobre críticas de presidenciável

Durante entrevista coletiva na sua chegada à Paraíba, na manhã desta segunda-feira(18), o presidenciável Ciro Gomes(PDT) não poupou críticas ao vice-prefeito de João Pessoa de Manoel Júnior(PMDB). Ciro lembrou da amizade de Júnior com o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha(PMDB), classificando Manoel de integrante de quadrilha, assassino, picareta, canalha, cupincha e que foi escalado para fazer uma verdadeira “devassa” na vida do seu irmão e ex-governador do Ceará Cid Gomes.

Ciro ainda desafiou Manoel a se encontrar, inclusive chegou a dizer que ficará na Paraíba até amanhã caso queira se encontrar. Durante entrevista a Rádio Correio FM pediou desculpas, e se solidarizar com os anfitriões da visita de Ciro à Paraíba, a vice-governadora Lígia Feliciano e o deputado federal Damião Feliciano. Júnior disse que o pedetista responde a inúmeros processos na Paraíba, e mais outros 500 na Justiça do Brasil inteiro.

“Antes de tudo o problema desse cidadão é psiquiátrico, talvez ele não passe em um teste antidoping em qualquer canto do Brasil, ele não consiga fazê-lo”, respondeu, enfatizando que vai processá-lo pelas declarações. “Esse cidadão não merece um só cumprimento de um brasileiro e vai tomar mais um processo, porque é um desequilibrado e só um psiquiatra de altíssima qualidade poderia tratá-lo”, finalizou Manoel Júnior.

Redação

VEJA TAMBÉM

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp