OAB-PB manifesta repúdio ao comportamento de repórter paraibano

Foto: Reprodução

A Ordem dos Advogados do Brasil, seccional da Paraíba, através de nota, manifestou repúdio ao comportamento do jornalista Emerson Machado, na data de ontem (22), para com o advogado Bruno Deriu, quando este, no exercício de sua profissão em um estabelecimento prisional, foi alvo de achincalhe e comentários desairosos por parte do profissional durante uma reportagem policial, sendo as imagens veiculadas por canal de televisão.

De acordo com a nota, o tratamento dado pelo jornalista ao advogado manifesta uma visão preconceituosa e equivocada atualmente aplicada ao advogado criminalista, cujo mister é o de preservar as garantias constitucionais da defesa e do devido processo legal para as pessoas acusadas de crime.

Confira trecho da nota

“A divulgação das imagens da reportagem em apreço aprofunda, infelizmente, a perspectiva equivocada da criminalização do advogado, em que este é confundido com o cliente acusado de conduta criminosa. Como cidadãos somos chamados a entender e respeitar o papel do advogado no tecido social, onde este desempenha, em ministério privado, uma função pública, que é a defesa dos direitos. O advogado criminalista, por sua vez, assegura a observância de um dos maiores direitos conquistados pela humanidade e erigido a direito inalienável em todos os países: o direito de defesa, com os meios e recursos a ela inerentes. A Ordem dos Advogados do Brasil não se calará diante de qualquer ato, venha de onde e de quem vier, que atente contra as prerrogativas profissionais de seus integrantes, nem deixará de adotar as medidas cabíveis para a reparação destes atos”.

Redação

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp