Omar Hamad: “Política de preços da Petrobras é equivocada”

Imagem: Omar / Polêmica PB

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado da Paraíba (SINDIPETRO-PB), Omar Hamad Filho, afirmou que a política de preços da Petrobras é equivocada. Ele deu entrevista nesta sexta-feira (1º) na Correio FM e explicou que não houve redução de R$ 0,46 no diesel porque o preço do combustível ainda não baixou para os donos dos postos.

“A política da Petrobras é equivocada porque a gente está pagando o rombo. Sangraram a empresa durante décadas. Antes desse governo, existia uma política de preço coerente. Mas nós chegamos ao mercado livre, porém o Estado dobrou os impostos. Aí, fica difícil uma redução dessas, mesmo pequena, chegar ao consumidor”, explicou.

Ele justificou que os impostos do Brasil são altos comparando com os Estados Unidos da América (EUA), por exemplo. Segundo ele, lá o preço do combustível varia, mas tem uma centena de refinarias. Quando o petróleo sobe muito, o governo dá uma reduzida nos impostos. Aqui é o contrário, de acordo com Omar.

“Essa baixa dos 46 centavos, até eu quero saber quando vai ser praticado. Como é que vai funcionar? Nada mais justo do que o Governo Federal dizer. A categoria de donos de postos quer saber. A venda de diesel metropolitano é muito pequena, representa apenas 10% do negócio. Mas, no geral, o consumidor não aguenta mais esses preços de todos os combustíveis”, falou.

Ele ainda falou que, em comparação com o Estado de Pernambuco, a Paraíba ainda teve equilíbrio em não cobrar preços muito abusivos, como o de R$ 9 no litro do gasolina. Mas o Sindicato está de olho nos preços do Sertão principalmente, que já tem o litro a R$ 4,99 em alguns postos. O Estado tem atualmente mais de 600 estabelecimentos.

Valdívia Costa do PB Debate

Veja também: Posto que não der desconto do diesel será multado

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp