Paraibanos vão para o Norte-Nordeste de Jiu-Jitsu confiantes em medalhas

Serão mais de 500 atletas de 11 estados reunidos em Teresina para a disputa do Norte-Nordeste de Jiu-Jitsu neste fim de semana. E tem atleta paraibano prometendo incomodar os adversários. Alusko Marques e Jailson Pinheiro querem voltar com medalhas do Piauí. Isso porque os dois já subiram no lugar mais alto pódio. Jailson foi campeão em 2010. Já Alusko venceu nos dois últimos anos na categoria faixa preta pesado e quer o tri neste ano.

– Agora o trabalho vai ser dobrado porque eu tenho que ir lá defender o título. Esse ano vai ser muito complicado. A gente sabe que a nata do jiu-jitsu está indo neste ano: o pessoal do Ceará, que é muito forte, e os atletas do Piauí, os faixas pretas. São mais de 60 faixas pretas só na categoria absoluto – afirmou o bicampeão.

O faixa marrom Jailson já sentiu o gostinho de conquistar a medalha de ouro em 2010, na cidade de João Pessoa, e sonha em repetir o feito, só que desta vez no Piauí. E para ele, a dificuldade nem será os adversários.

Flávio Santos Guimarães, treinador de jiu-jítsu

– Eu acho que a viagem será o principal adversário porque a gente vai de carro e já luta no outro dia. Então vai ser muito cansativo. Em questão de técnica, não me assombra, o jiu-jitsu é um só – explicou Jailson.

Além de Alusko e Jailson, mais três atletas vão representar a Paraíba no campeonato neste fim de semana: Rickson Santos, Victor Rodrigues e Pedro Ivo. Alusko Marques vai a Teresina para defender o título de bicampeão da competição, na categoria faixa preta. Jailson Pinheiro vai participar das disputas para lutadores da faixa marrom. Já Rickson Santos vai lutar na categoria da faixa azul. Victor Rodrigues e Pedro Ivo vão competir na categoria faixa branca.

Além da cor da faixa, a competição vai contar com as categorias por idade e por gênero: pré-mirim, mirim, infantil, infanto-juvenil, juvenil, adulto, master, sênior, masculino e feminino. As pesagens dos atletas vão ser feitas momentos antes das lutas.

Para o professor Flávio Santos Guimarães, técnico da equipe, uma medalha viria para coroar todo o empenho que os atletas têm demonstrado para desempenhar um bom papel no Norte-Nordeste.

– Eles são muito dedicados. Treinam todos os dias e alguns deles treinam três vezes ao dia. Espero assim que o desempenho deles seja satisfatório e que tragam medalhas porque eles já trouxeram de lá e com certeza vão trazer mais. Eu confio neles – ressaltou o professor.

Fonte: globoesporte.com

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp