“PMCG esconde que o IPSEM está quebrado”, afirma dirigente do Sintab sobre 13º atrasado

Foto: Reprodução

Durante entrevista à Rádio 101 FM, na manhã desta quarta-feira(03), o diretor de Comunicação do Sintab, Napoleão Maracajá, não poupou críticas à Prefeitura Campina Grande pelo não-pagamento do décimo terceiro dos aposentados e pensionistas do município. Napoleão acrescentou que esse atraso exemplifica o déficit financeiro que vive a cidade, mas que infelizmente não é divulgado pela gestão.

“O Ipsem está quebrado, ninguém tem coragem de dizer isso, a prefeitura esconde essa informação, o prefeito Romero já parcelou duas vezes a dívida do IPSEM,e vai empurrando essa dívida para o futuro”, declarou.

Ele citou o exemplo de uma pessoa próxima a ele, que é professora do município e que ao se dirigir ao IPSEM para dar entrada na aposentadoria, mesmo preenchendo todos os requisitos, recebeu a carta do Instituto e continuou recebendo o salário pela educação em casa, os 60% do Fundeb. “Eu penso que o Ipsem fez isso porque não tem o dinheiro para pagar”, completou.

Maracajá lembrou que o déficit do Instituto teve início em meados de 2002, no governo da então prefeita Cozete Barbosa, mas que nenhum dos prefeitos conseguiu resolver a situação. “Nenhum teve a coragem de fazer um debate honesto com os servidores”, assinalou.

“Não entendo como existe municípios com a receita e demografia igual a de Campina Grande, paga tudo em dia, enquanto que aqui é esse sufoco”, finalizou Napoleão Maracajá.

Redação

VEJA TAMBÉM

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp