Polícia Federal indicia empresário paraibano

10

A Polícia Federal concluiu relatório sobre a compra de trechos de medidas provisórias de redução de impostos para montadoras, especialmente para a Caoa, representante da Hyundai, e da MMC Automotores do Brasil, a fábrica de carros da Mitsubishi no Brasil, informa o jornal O Globo.

Em nota, a PF informou que 19 pessoas foram indiciadas. Investigadores informaram que estão na lista Mauro Marcondes e sua mulher, o lobista Alexandre Paes Santos, o dono da CAOA Carlos Alberto Oliveira Andrade, a ex-secretária da Câmara de Comércio Exterior Lytha Spíndola e o jornalista Fernando Cesar Mesquita.

Segundo nota da PF, o relatório “apresenta indícios contundentes da prática de crimes cometidos por empresários, lobistas e servidores públicos”, ainda de acordo com o jornal.

*Com informações de oglobo

Compartilhar