Polícia já tem suspeito de assassinar optometrista em CG e não descarta morte por ‘encomenda’

O optometrista Moacir Olímpio Dantas tinha uma ótica próximo ao local do crime.

Parentes do optometrista Moacir Olimpio Dantas, assassinado em Campina Grande no dia 29 de dezembro, foram ouvidos nesta terça-feira (09) e a polícia não descarta a possibilidade de que a morte não tenha sido um latrocínio, mas sim ‘encomendada’.

O delegado responsável pelo crime, Cristiano Santana, falou que já tem o nome de um suspeito e está checando a informação de quem seria o executor.

Outras oitivas ainda também foram realizadas na tarde desta terça e o delegado Santana lembrou que nenhuma linha está sendo descartada.

“Está sendo investigado latrocínio e execução – morte por encomenda – são as duas linhas mais consistentes até o momento. Nada pode ser descartado”, disse.

Imagens de câmeras de segurança reforçam a tese de que a morte pode ter sido uma execução.

Redação com Paraíba.com.br

Veja também:

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp