Por 6×4, STF nega liberdade ao ex-ministro Palocci

Imagem: divulgação

Por 6 votos a 4, o Supremo Tribunal Federal (STF) negou, na sessão desta quinta-feira (12), a concessão de habeas corpus de ofício ao ex-ministro da Fazenda, Antonio Palocci. Com a determinação, ele continua preso no Complexo Médico Penal de Pinhais, em Curitiba (PR), onde está encarcerado desde setembro de 2016.

Antonio Palocci foi preso preventivamente no âmbito da Operação Omertà, 35ª fase da Lava Jato. Segundo a acusação, enquanto deputado federal e ex-ministro da Fazenda, ele recebeu vantagem indevida do Grupo Odebrecht para interferir a favor da empresa em diversos assuntos na administração pública, entre eles contratos com a Petrobras.

Na quarta (11), a Corte já havia negado conhecimento a pedido de HC apresentado pela defesa do ex-petista, por 6 votos a 5. Ficou suspensa na sessão de ontem, a análise sobre a possibilidade de concessão de liberdade por excesso de prazo na prisão de Palocci, detido preventivamente há um ano e seis meses.

Redação PB Debate com Metrópoles

Veja também: Suplente de vereador pode ter sido morto por motivação política

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp