PPS oficializa rompimento com Luciano Cartaxo após reunião com filiados

O partido esteve reunido na noite desta quinta-feira no Hotel Hardman, em João Pessoa (Foto: Divulgação)

O PPS decidiu por unanimidade deixar o projeto de reeleição do prefeito Luciano Cartaxo (PSD) na noite desta quinta-feira (14). O partido esteve reunido no Hotel Hardman, em João Pessoa.

Ainda foi descartada a tese de candidatura própria nas próximas eleições de outubro. Ficou decidido que dentro dos próximos 30 dias o partido deve decidir qual é a melhor coligação proporcional para fazer aliança.

Os filiados reunidos decidiram que não irão aceitar coligação com partidos que tenham mais de um vereador para preferir uma aliança competitiva com objetivo de eleger uma boa bancada.

O partido segue a decisão do vice-prefeito de João Pessoa, Nonato Bandeira, de não apoiar Luciano Cartaxo na campanha de reeleição.Na última segunda-feira (11), Nonato divulgou uma carta aos filiados do PPS tecendo duras críticas à atual administração da prefeitura de João Pessoa e insatisfação com as promessas não cumpridas.

Nonato ainda relatou que se sentiu escanteado pela atual gestão mesmo estando no cargo de vice-prefeito e, não apenas ele, mas o próprio partido foi distanciado e negligenciado durante a administração de Luciano Cartaxo.

Após o posicionamento de Nonato Bandeira, o vereador Bruno Farias (PPS) aderiu à bancada de oposição na Câmara de Vereadores de João Pessoa e demonstrou descontentamento com o tratamento dispensado por Cartaxo ao partido e ao vice-prefeito.

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp