Prefeita no Sertão da PB é presa por suspeita de fraudes em licitações

Foto: Reprodução

A prefeita da cidade de Monte Horebe (no Sertão da Paraíba), Cláudia Dias (DEM), foi presa, preventivamente, na manhã desta quinta-feira (18), pela Polícia Federal, por suspeita de fraudes em licitações em obras no município.

Após a prisão, ela foi encaminhada para a sede do Ministério Público Federal em Cajazeiras. Cláudia Dias já havia sido afastada duas vezes do cargo, mas voltou à prefeitura por força de liminar.

Além da prefeita, nas investigações chegou-se a outros nomes com suspeita de participação nas irregularidades: Eloizio Dias Guarita, Mario Messias Filho, Francisco Antonio Fernandes de Sousa e Francisco Moreira Gonçalves. Eles executariam diretamente os contratos destas empresas, contaram com a participação de Fabio Barreto Ferreira e Erivaldo Jacó de Sousa, tendo como parâmetro temporal os mandatos de Erivan Dias Guarita e Claudia Dias.

Ainda segundo a investigação, a prefeita passou a executar diretamente o contrato de coleta de resíduos sólidos, por meio das empresas Construtora Servcon e Lorena &Adria Construções, Comércio e Locações Ltda, cedidas ilicitamente por Francisco Justino e por Francisco Antonio Fernandes de Sousa.

Os crimes sobre os quais pesam indícios sobre os investigados são: frustração do caráter competitivo de licitações; lavagem ou ocultação de ativos financeiros; falsidade ideológica e participação em organização criminosa (Art. 2º da Lei 12.850/2013). As penas dos crimes somadas chegam ao máximo de 27 anos de reclusão.

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp