Prefeito de Pocinhos “dribla” a lei e diminui salários dos servidores públicos

Prefeito Cláudio Chaves não comentou sobre as denúncias.

Ao receber o salário referente ao mês de agosto, os servidores públicos da prefeitura municipal de Pocinhos, no Cariri do estado, tiveram uma surpresa desagradável. O Prefeito, Cláudio chaves Costa (PMN), determinou que o adicional noturno fosse reduzido mais da metade.

Em uma tentativa de diminuir gastos, como assegura a assessoria da prefeitura, o chefe do executivo pocinhense acabou “driblando” a lei orgânica que assegura cerca de 40% de adicional aos funcionários noturnos, promulgada em 28 de novembro de 2013.

Um funcionário informou que não teve aviso prévio e o adicional foi cortado quase pela metade. “Não fomos informados. Só tivemos conhecimento através do nosso contracheque. Meu direito seria 40% de adicional noturno, no entanto, referente ao mês de agosto, recebi apenas 25%”, relatou o motorista Edvaldo Inocêncio.

O presidente do partido dos trabalhadores (PT-Pocinhos), emitiu nota reprovando a atitude do prefeito. “É uma tremenda injustiça esta administração municipal querer causar prejuízo na vida destes servidores, pois a legislação municipal assegura 40% de adicional”, relatou João Paulo.

Os funcionários também usaram as redes sociais para expressar suas indignações e reprovar a gestão municipal. “Essa é uma atitude perseguidora”, disse Fábia Rodrigues em sua página pessoal na internet.

Em um contracheque enviando por um servidor é notório a diminuição salarial. O valor passou de R$ 316, 00 para R$ 95,16, um desconto de R$ 220,84. (VER FOTO)adicional nortunoAs redes sociais também serviram de palco para reivindicação e denúncias. Internautas escreveram: “LUTO pela violação do direito constitucional dos funcionários de POCINHOS!!!”

11948145_1023004157720438_1665666178_n

A assessoria do prefeito não respondeu os nossos telefonemas e nem as mensagens enviadas pela equipe do Paraíba Debate.

Da redação.

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp