Prefeito de Pocinhos responde a mais de 130 processos por irregularidades

Prefeito Cláudio Chaves

A prefeitura de Pocinhos, cariri do estado, é alvo de muitas polêmicas e denúncias. De acordo com informações colhidas em diversos órgãos públicos, inclusive pelo próprio Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE), o prefeito, Cláudio Chaves Costa (PMN), responde 134 processos por possíveis irregularidades e superfaturamento na compra de material de expediente e locação de veículos.

De acordo com as denúncias, a prefeitura já teria investido quase R$ 3,8 milhões na locação de carros, em menos de três anos.

Apenas no Mistério Público da Paraíba (MPPB), o prefeito já responde a 17 processos, maioria deles por gastos excessivos na compra de combustíveis e vários contratos firmados sem licitação.

O Tribunal de Contas da União (TCU) informou que, também averigua possíveis irregularidades cometidas pelo atual gestor de Pocinhos na aplicação indevida dos recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), do Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (Pnate) e vários pagamentos sem licitação.

O Ministério Público Federal (MPF) complicou ainda mais a prefeitura de Pocinhos no que diz respeito aos contratos de locação de veículos. Segundo o MPF, uma das empresas conveniadas seria “fantasma”, por ter informado um endereço falso nas notas fiscais emitidas pela prefeitura.

Já na Controladoria Geral da União (CGU), o chefe do executivo pocinhense responde sete processos por possíveis irregularidades em licitações.
A assessoria do prefeito negou as denúncias.

Da redação.

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp