Prefeitura de Itabaiana lança programa “Aprendendo e Construindo” com a participação do educador Celso Antunes

Por Rafael Ribeiro

Na tarde da última segunda-feira (05) ocorreu na Escola Cidadã de Itabaiana, evento onde a Prefeitura de Itabaiana lançou o programa “Aprendendo e Construindo”.

O programa surge como ferramenta para melhorar a qualidade de ensino na Rede Municipal de Itabaiana. São ações como essas que influenciam diretamente na melhora dos índices da educação.

“Esse projeto é importante porque podemos ver que o nosso ensino de base merecia um melhor acompanhamento e é isso que nós estamos fazendo. Pois, esse programa visa atender as turmas de educação infantil, para que possamos qualificar melhor os nossos alunos e que eles possam chegar ao ensino fundamental centrados nessa base, tendo assim um desenvolvimento bem superior ao que podemos ver hoje”, afirma o prefeito Dr. Lúcio Flávio (PSB).

Além da participação de professores e diretores do município, estiveram presentes a secretária de educação Neide Silveira e o educador Celso Antunes.

Celso Antunes é um educador brasileiro, nascido em São Paulo. Formado em geografia pela Universidade de São Paulo (USP), mestre em ciências humanas e especialista em inteligência e cognição. Consultor Educacional do Canal Futura e Sócio Fundador do “Todos pela Educação”, assim como, membro consultor da Associação Internacional pelos Direitos da Criança Brincar, reconhecido pela UNESCO. É consultor de diversas revistas e escreveu mais de uma centena de livros didáticos, dos quais 100 deles são sobre temas de Educação com obras traduzidas em diversos países. Há mais de vinte anos tornou-se autor de obras sobre temas educacionais. Enfatizando sempre como fazer de teorias as práticas do cotidiano da sala de aula.

“Eu sinto que o Brasil é uma nação de dimensões continentais e em diferentes lugares do país há modelos de educação extraordinários e perfeitamente factíveis de serem feitos em outros lugares. Então quando Deus me dá essa oportunidade de ir a diversas regiões, eu tento contar o que vi e aprendi com a esperança de que fique a semente de que aquilo que extraordinário que foi feito, lá também possa ser feito. Saiu de Itabaiana com essa convicção”, declara Celso.

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp