Prefeitura do agreste paraibano tem energia cortada por falta de pagamento

Nesta sexta-feira (23), a Energisa cortou o fornecimento de energia elétrica da sede da Prefeitura Municipal de Serra Redonda, além das secretarias e demais prédios públicos, devido à falta de pagamento pelo Poder Executivo. Até o mercado público ficou à luz de velas, o que revoltou os feirantes e consumidores.

“Sem energia, os freezers não funcionam nem tão pouco as balanças eletrônicas e serras elétricas para cortar as carnes. O prejuízo vai ser grande. Nunca vi uma coisa dessa aqui”, disse um feirante que pediu para não revelar o nome temendo retaliação.

O fato também repercutiu nas redes sociais. José Rivelino, morador de Serra Redonda, comentou: “Gente, estou impactado com o que está acontecendo em Serra Redonda. Se alguém me falasse, eu não acreditava”.

 Prefeito vai pagar

Por conta do corte de energia, José Wilson, presidente da Câmara Municipal, cobrou esclarecimentos ao prefeito Danilo Andrade. Ele enviou ofício ao Poder Legislativo, informando que a Prefeitura está “rigorosamente em dia quanto à totalidade das unidades consumidoras”. No entanto, revela que resta a pagar à Energisa R$ 25,5 mil, “exclusivamente no que se refere à iluminação pública, que estão na programação de pagamento para o dia 30 do corrente mês.

 Por Josusmar Barbosa

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp