Prefeitura joga o futebol de Campina Grande na lata de lixo

Um crime contra a história de Campina Grande foi denunciado nesta terça-feira (10), na Câmara Municipal de Campina Grande pelo vereador Olimpio Oliveira (PMDB), que a partir de uma postagem de uma internauta (no Faceboock), ficou sabendo, foi conferir e constatou a morte do Museu do Futebol de Campina Grande, na Vila Olímpica Plínio Lemos, no bairro de José Pinheiro, sob a responsabilidade da Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer.

Como se a história dos tempos áureos do futebol da ciade não valesse nada, deixaram entregue às barastas e até jogaram na lata de lixo, fragmentos importantes gravados pelas lentes dos nossos fotógrafos, com imagens cedidas pelos familiares de atletas e desportistas do passado que não poderiam ser esquecidos, como Bioca (foto), o homem que trouxe aprimeira bola de futebol para a Paraiba e tantos outros que tantas glórias deram aos torcedores do Treze, do Campinense em memoráveis competições estaduais, regionais e nacionais.

O crime é irreparável e comprova a irresponsabilidade do Poder Público para com os bens materiais e imateriais, deixando que vândalos dilapidem o acervo do Museu do Futebol, como se tudo não valesse nada, como se fosse um monte de fotos e textos sem o mínimo valor, em total desrespeito à imagem e à memória dos que alí estão e que se dedicaram para o engrandecimento do esporte da Rainha da Borborema que corre o risco de perder o trono, pelo descompromisso de alguns, em honrar o seu passado.

E não é a primerira vez que se fala sobre o abandono da Vila Olímpica Plinio Lemos, que já foi manchente de Rádios, TVs, Jornais e Sites, justamente pelo abandono da sua piscina (que se transformou em depósito de dejetos e do mosquito Aedes Aegypti), do matagal e do desreso ao campo de futebol que torna impraticável a prática do esporte.

E não venham culpar a comunidade pelo que está ocorrendo, pois a preservação, conservação, manutenção e segurança interna do local, é de responsabiidade do município através da Secretaria competente (que está sendo incompetente) e da Guarda Municipal.

E aproveito para dizer: Se o chefe de família não cuida bem da sua casa, ela se deteriora até desabar.

Jesimiel Ferreira – Jornalista e Professor

 

 

Compartilhar