Presidente da FPF afirma que reforma no gramado do Amigão foi adiada a pedido dos clubes

O presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Amadeu Rodrigues, confirmou, ontem, terça-feira (16), que o Governo do Estado adiou o início das obras de melhoramento do Estádio Amigão, em Campina Grande, a pedido da entidade e dos 10 clubes que estão disputando o Campeonato Paraibano da 1ª Divisão.

Em entrevista à Rádio CBN, Amadeu disse que o governador Ricardo Coutinho (PSB) atendeu ao apelo feito pela FPF e pelos clubes, e resolveu adiar as obras do gramado do Amigão para o segundo semestre deste ano, após o término do Campeonato Estadual.

De acordo com Amadeu, o pedido de adiamento das obras do Amigão foi feito ao governador com o objetivo de evitar que os clubes de Campina Grande tivessem que mandar seus jogos fora da cidade, o que prejudicaria a presença dos torcedores em campo e, consequentemente, inviabilizaria as finanças das equipes.

Ainda na entrevista, o presidente da FPF fez questão de destacar a atenção dispensada pelo governador ao futebol paraibano, e lembrou das melhorias feitas pelo Governo do Estado nos estádios de futebol.

Saiba mais

Na segunda-feira (15), o Governo do Estado distribuiu com a imprensa cópia do ofício enviado pela FPF no mês de outubro, comprovando que as obras no Amigão só não foram realizadas a pedido da entidade.

Nesta terça-feira, em entrevista à Rádio Arapuan, em João Pessoa, o secretário de Estado, João Azevedo (PSB), afirmou que os recursos para realização das obras no Amigão estão assegurados.

Veja também:

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp