Professores da UFCG de Cajazeiras declaram greve e 3 mil alunos ficam sem aula

Os professores do campus da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) que fica em Cajazeiras, no Sertão paraibano, decretaram greve na teça-feira (22) e com isso, três mil alunos ficam sem aulas.

Segundo o diretor da Associação dos Docentes Universitários- Aduc, professor Gustavo Alencar, a decisão é de caráter imediato e segue a pauta nacional. A paralisação foi aprovada por 38 votos contra 5.

“O sindicato se reuniu nacionalmente e deliberou que os sindicatos locais decidissem até a quinta-feira (24). Logo em seguida, será formado o comando de greve nacional e os delegados vão ser convocados”, explicou.

Gustavo informou também que os professores são contra o Projeto de Emenda Constitucional (PEC) 55, que já tramita no Senado e limita os gastos públicos por 20 anos, a medida provisória que trata sobre mudanças no ensino médio e ainda lutam contra a reforma previdenciária e trabalhista.

A Associação dos Docentes da UFCG (Adufcg), que é responsável pelos campi de Campina Grande, Cuité e Sumé, vai realizar assembleia nos três locais, na quinta-feira (24), e deve decidir sobre a greve. Os professores já haviam aprovado um indicativo na última semana.

Da Redação com G1

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp