PT de Campina Grande defende lançamento de candidatura própria ao governo

Imagem: PB Online

Diferente do que é defendido pela Executiva Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), que pretende ter uma vaga na chapa do PSB para acomodar o deputado federal Luiz Couto como candidato ao Senado, os diretórios municipais de Campina Grande, João Pessoa, Bayeux, Santa Rita e Cabedelo escreveram carta defendendo tese de candidatura própria ao Governo do Estado.

Segundo o presidente do PT em Campina Grande, Márcio Caniello, o partido não pode estar presente em uma chapa com partidos que defenderam o impeachment de Dilma Rousseff (PT) e a prisão de Lula, como o Democratas (DEM). Além de que há a presença, na majoritária, do deputado federal Veneziano, que também é visto como ‘golpista’ pelos petistas.

Caniello ressaltou que a decisão em defender a tese foi tomada ouvindo a conclamação da militância diante da sinalização em defender a chapa de João Azevedo (PSB).

“Não podemos concordar com uma chapa composta por partidos que lideraram e contribuíram para o golpe contra o estado e a prisão política de Lula. Além disso, o PSB vai lançar a candidatura do ex-ministro Joaquim Barbosa, que foi quem iniciou o golpe e foi o primeiro a rasgar a Constituição considerando criminalizar o PT sem provas”, disse.

O petista afirma que a prioridade do partido é lançar a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva e fazer palanque também na Paraíba. Ele ressaltou que o fato de defender uma candidatura própria não significa que o PT estaria rompendo com o governador Ricardo Coutinho e com o PSB, e que os deputados estaduais podem permanecer na base do socialista.

Caniello destaca ainda que a decisão de ter ou não candidatura própria será definida no dia 26 de maio em reunião com a militância e delegados do partido. Ele contou que o PT tem vários nomes que estão à disposição para concorrer ao cargo de governador, como Marcos Vinicius, Jucélia Figueiredo, Rodrigo Soares, Leonildo Morais, além do próprio Luiz Couto.

Redação com Paraíba Online

Veja também: Cartaxo justifica ausências de vice-prefeito em agendas

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp