“Quero votar em Veneziano pra governador ainda no MDB”, diz Raniery Paulino

O deputado estadual e líder do MDB na Assembleia Legislativa da Paraíba, Raniery Paulino, lamentou a situação que vem vivendo a legenda no estado e as baixas de filiações no estado, assim como comemorou as últimas filiações. Ele lembrou da saída do presidente da ALPB, Gervásio Filho(PSB), e a filiação do ex-presidente Ricardo Marcelo. Raniery relembrou a saída do deputado Trocólli Júnior(PROS), e a filiação do deputado Jullys Roberto.

O líder do MDB diz que trabalha no sentido de buscar novos filiados para o partido, e reforça que não deseja ver o partido perder mais filiados. “Qualquer baixa pra mim é incomôda, eu não quero que isso aconteça. O que podemos fazer, pra de fato isso não acontecer? O diálogo”, argumentou Paulino, que reforçou o seu posicionamento de ser oposição ao governo do estado, mas que faz com responsabilidade.

“Eu não sou nenhum doido, porque tem gente que faz oposição com doidiça, que é completamente apaixonado, e beija e se ajoelha. Eu não boto ninguém em um andor. Pra mim, maior só Deus e mais ninguém”, completou.

Sobre a possível saída do deputado federal Veneziano Vital do Rêgo do partido, Raniery explica que lamenta as decisões de veneziano, a quem ele disse ter uma relação amigável e que votou nele para a Câmara Federal em 2014. Ele disse que junto com os senadores José Maranhão e Raimundo Lira fizeram declarações repudiando a punição dada pelo MDB a Veneziano, devido as votações contra o presidente Michel Temer, e reforça que vai apoiá-lo em uma eventual candidatura ao senado, e que sonha em vê-lo disputar o Palácio da Redenção.”Seria uma honra votar nele para Senador, e quero votar nele pra governador ainda no MDB”, afirmou Raniery Paulino, em entrevista a uma emissora de rádio.

Redação

VEJA TAMBÉM

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp