Raimundo Lira poderá substituir Eliseu Padilha na Casa Civil e Tavinho Santos virar senador

A demissão do advogado-geral da União, Fábio Medina Osório, pelo presidente Michel Temer na última sexta-feira (9), após desentendimentos com seu padrinho ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, foi a gota d‘água para que políticos ligados a Temer que querem, mais, frequentar o Palácio do Planalto cogitassem a substituição de Padilha pelo Senador Raimundo Lira (PMDB-PB).

De acordo com fontes ouvidas pelo Site Justiça Em Foco, a demissão de Medina não tem nada a ver com o governo pretender abafar a Lava-Jato, conforme publicado na revista VEJA. É a falta de adaptar-se a novas situações políticas. Se Lira virar ministro, Tavinho Santos assume o Senado.

Em off, um parlamentar oposicionista ao governo revelou, que Eliseu Padilha não é habilidoso na articulação com os parlamentares até da situação. O diálogo é indispensável para qualquer governo. O homem certo para ser ministro da Casa Civil é o Senador Raimundo Lira. Os congressistas certamente irão aplaudir.

O clima pesado nos bastidores pós-impeachment credencia Lira para ministro da Casa Civil. Aliás, o Senador Raimundo Lira recebeu aplausos e elogios de líderes da própria oposição, demonstrando ser um grande articulador político.

Fonte: Giro PB

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp