RC chama Cássio de “ator” e acusa tucano de agir com “desespero de derrotado”

Imagem: divulgação

O governador Ricardo Coutinho (PSB) voltou a centrar fogo contra o senador Cássio Cunha Lima (PSDB). O socialista acusou o tucano de “pregar o caos” e de torcer para que a Paraíba sofra os efeitos da crise nacional.

“Eu nunca vi alguém torcer contra o povo, ele (Cássio) não tem argumentos e recorre a um argumento mesquinho e pequeno. Eu digo sempre e vou dizer que rezo para que meu sucessor faça mais do que eu. Não vivo em outro estado, é aqui que crio os meus filhos e vou continuar criando”, disse.

Ricardo ainda jogou para o governo de Cássio o “caos” que o próprio tucano apregoa.

“Ele demitiu cinco mil servidores, suspendeu obras. É esse que me critica e que age contra o povo porque ele acha que as pessoas não têm memória”, falou.

O governador continuou suas críticas ao senador ao afirmar que Cássio foi um dos governadores que assinou uma carta em defesa da permanência da CPMF. Ele ainda alfinetou o líder do PSDB ao lembrar que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), editou uma medida similar ao Ato Governamental nº5 da Paraíba que criou uma Câmara de Conciliação para renegociar licitações e contratos do estado.

“Em 2009, ele assinou uma carta pedindo a prorrogação da CPMF, quando vai buscar a biografia dele, a coisa é diferente, ele é um ator e como não é bom, rapidamente é desmascarado, ele cuida daquilo que ele usa. Teve uma postura recriminável, foi cassado e acha que todo mundo deve ser cassado. O governador do PSDB de São Paulo fez a mesma coisa que nós, quero ver ele (Cássio) dizer que o governador do partido dele é caloteiro”, desafiou.

Por fim, ele lamentou a “insensatez” e o “desespero dos derrotados” e garantiu que o estado está sendo bem governado.

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp