Ricardo lamenta perda de recursos, mas destaca que “trabalho venceu a crise”

Conforme previsto, o governador Ricardo Coutinho (PSB) iniciou seu discurso na abertura dos trabalhos do Poder Legislativo estadual falando dos problemas que a Paraíba enfrenta por conta do agravamento da crise financeira nacional. O gestor fez duras críticas a figuras insensatas da política que, segundo ele, usam um poder contra o outro.

Segundo o chefe do executivo estadual, o estado perdeu nos últimos cinco anos R$ 791 milhões referentes ao Fundo de Participação dos Estados (FPE). Em janeiro de 2016, a perda foi de R$ 37 milhões em relação ao mesmo período do ano passado.

O governador destacou que o estado é o único do país a pagar a folha de pessoal dentro do mês trabalhado desde 2011, mas admitiu que essa realidade pode mudar, caso persista a queda nas receitas.

Apesar da crise, o gestor assegurou que o estado continuou licitando obras ao longo do ano passado para manter o ritmo de geração de emprego através de empresas privadas.

“Se a queda das receitas não gritassem em nossos ouvidos, poderíamos até arriscar a falar num momento de prosperidade. Se em 2014, o trabalho venceu o discurso, em 2015, o trabalho venceu a crise”, discursou ao lembras das inaugurações da Vila Olímpica Parahyba, do Centro de Convenções e de estradas.

O socialista disse ainda que vê a opinião pública como conselheira, não como tirana e enfatizou que é forjado à adversidade. Ele ainda agradeceu aos parlamentares a aprovação dos empréstimos, que agora dependem do governo federal para serem liberados.

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp