Romero Rodrigues culpa Ruy Carneiro por atrapalhar sua candidatura ao governo

Prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues.

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), em entrevista à imprensa na sexta-feira (16), culpou o presidente do PSDB, Ruy Carneiro, pela indefinição ocorrida no grupo de oposições, que teria levado à desistência de Luciano Cartaxo, prefeito de João Pessoa, além de atrapalhar a postulação de Romero ao Governo do Estado nas próximas eleições. O movimento, inclusive levou à troca de partido por Cartaxo, que deixou o PSD, comandado pelo deputado federal Rômulo Gouveia, para comandar o PV, que vinha sendo presidido pelo ex-deputado estadual Sargento Dênis.

“Ruy Carneiro colocava minha esposa como vice todos os dias, eu me colocava como candidato a governador”, afirmou. “Ruy bagunçou o grupo com anúncios precipitados. Ficou inviável um defender uma coisa e outro defender outra. Ninguém entendeu nada e isso me prejudicou. De certa forma, as “articulações” de Ruy trouxeram certo desconforto para minha pré-candidatura nesse período”, desabafou o tucano.

Segundo Romero, a sua esposa nunca revelou desejo em concorrer. “Ela nunca manifestou esse desejo. Numa eventualidade de uma necessidade, se fosse uma condição importante para contribuir com o projeto político da oposição, até podia ser,” declarou.

“Nunca farei de um projeto político um projeto familiar,” disse. Romero enfatizou que sua família é mais importante que a política.

O prefeito campinense destacou que neste formato, se posicionou em retirar sua pré-candidatura, fez isso por acreditar na união das oposições, sem pressão.

Da Redação

 

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp