Romero tenta ser candidato único a governador pela oposição

Imagem: Ascom CG

O prefeito Romero Rodrigues (PSDB) ainda não se pronunciou sobre que rumo tomar este ano na política. Ele deixará a prefeitura campinense neste sábado (7) para disputar o governo estadual. Sua base aliada no Legislativo e o vice-prefeito Enivaldo Ribeiro ficaram de sobreaviso, conforme suas últimas falas.

A partir da divulgação da permanência de Ricardo Coutinho no cargo de governador e com a intensificação dos convites por parte de José Maranhão para que Romero entre no MDB, ele terá que tomar esta decisão ainda nesta manhã.

Há ainda a possibilidade dele se constituir candidato único das oposições. Várias reuniões se sucederam na esfera oposicionista. Romero, que chegou a Campina no começo da noite, foi chamado pelo senador Cássio para retornar ainda ontem (6) a João Pessoa.

O que se especulava entre os oposicionistas era a chapa com Romero para governador (filiando-se ao MDB) e Lucélio Cartaxo (PV) para vice-governador. As outras vagas seriam disputadas por Raimundo Lira (PSD) e Aguinaldo Ribeiro (PP) para o Senado e Cássio concorreria à Câmara Federal. Pedro Cunha Lima ficaria desde já escolhido para concorrer à prefeitura campinense em 2020.

Redação PB Debate com coluna Aparte Arimatéa Souza

Veja também: Agricultor morre ao cair em desmoronamento de pista na PB 138

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp