“Se a chapa for medida pela impopularidade cabe Raimundo Lira”, dispara ex-presidente da ALPB

“Se a chapa for medida pela impopularidade cabe Lira”. A declaração é do ex-presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Gilvan Freire, desdenhou da informação divulgada por aliados do senador Raimundo Lira (PSD) dando conta de uma suposta projeção nacional do paraibano para figurar em uma chapa presidencial.

Segundo o ex-parlamentar, Lira sequer tem cacife para ser lembrado em uma eventual chapa majoritária a nível nacional, sobretudo de um governo que não tem sequer 10% de aprovação. “Lira não tem capilaridade suficiente para figurar em uma chapa dessas”, diz Freire.

As declarações de Gilvan foram veiculadas na Rádio Sanhauá.

ENTENDA

A imprensa nacional voltou a divulgar, ontem, terça-feira (10), a informação de que o senador Raimundo Lira é cogitado para compor uma chapa presidencial nas eleições de 2018.

Segundo o site O Diário do Poder, de responsabilidade do jornalista Cláudio Humberto, o político paraibano é considerado o “vice dos sonhos” de vários pré-candidatos a presidente.

Filiado ao PSD após anos no MDB, o senador Raimundo Lira ficou livre para conversar com vários pré-candidatos a presidente, que o consideram “vice de sonho”. Incluindo Henrique Meirelles.

Recentemente a mídia nacional noticiou: “Ele representa o Nordeste, é moralmente inatacável e tem o respeito do Congresso”.

Veja também:

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp