“Se eu assumir, nem Romero nem meus filhos vão mandar na Prefeitura”, afirma Enivaldo Ribeiro

O vice-prefeito de Campina Grande, Enivaldo Ribeiro (PP), disse nesta terça-feira (13) que se assumir o Executivo Municipal, com a saída do prefeito Romero Rodrigues (PSDB) para concorrer ao Governo do Estado, vai exercer o poder de mando na Prefeitura. A declaração foi feita ao ser indagado se Romero e os deputados Aguinaldo Ribeiro e da deputada Daniella Ribeiro, teriam muita influência numa eventual gestão de Enivaldo.

“Se eu assumir, nem Romero nem meus filhos vão mandar na Prefeitura. Eu é que vou mandar. Eu vou concluir as obras de Romero e fazer as minhas. Hoje eu peço, mas como prefeito iria mandar. Quanto aos meus filhos – Aguinaldo e Daniella, eu não mando neles nem eles mandam em mim, logo eles não iriam mandar no prefeito”, explicou Enivaldo, acrescentando que está preparado para administrar Campina Grande.

Todavia, o vice-prefeito deixou claro não está forçando a barra para assumir a prefeitura, deixando livre Romero para decidir seus futuro político. Se Rodrigues decidir concorrer ao Governo da Paraíba, ele tem até 7 de abril para se desincompatibilizar do cargo.

Veja também:

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp