Secretário acredita em ampliação do número de partidos na base de João Azevedo e afirma que possível candidatura de Lígia não mudará estratégias do PSB

Wadson comanda a pasta de Orçamento, Gestão e Planejamento do Governo da Paraíba

O secretário de Planejamento da Paraíba, Wadson Souza, um dos principais nomes de bastidores do PSB, defendeu a pré-candidatura de João Azevedo (PSB) a governador. Segundo o auxiliar de Estado, Azevedo já está cumprindo seu papel e deverá receber o apoio de mais partidos, atualmente são 16 na base socialista.

“João já está levando a mensagem do PSB para todos os cantos do Estado. Ele tem capacidade técnica e articulação para cumprir essa grande missão, e para isso terá também o apoio de todos nós, de todos os partidos que estão conosco, hoje são 16, mas devemos ampliar estes apoios”, disse Wadson que completou: “Não há mais espaço para conversa mole, administrar a Paraíba é pra quem tem experiência e sabe o que está fazendo”, pontuou.

Em relação a pré-candidatura de Lucélio Cartaxo (PV) pela oposição, o secretário garantiu que o grupo está sem grandes preocupações. “Encarramos com tranquilidade, porque não podemos escolher adversário. Sabemos onde queremos chegar e a população entende este momento que a Paraíba vive. Estamos interessados em fazer esse projeto avançar”, garantiu.

Wadson ainda falou sobre a possível candidatura da atual vice-governadora, Lígia Feliciano (PDT), ao Governo do Estado, destacando que é um direito dela e do partido, mas que não altera as estratégias do PSB. “É um direito de Lígia e do PDT, não há dificuldade de reconhecer isso, mas não podemos avaliar muito, pois ainda não foi oficializada a pré-candidatura dela. Se houver, não alterará muita coisa”, disse.

Redação

Veja também:

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp