Secretário de Educação de Pocinhos garante que aulas começarão quando Justiça decretar legalidade ou não da greve dos professores

O secretário de Educação de Pocinhos, Júlio Cezar, falou na manhã de hoje, terça-feira (13), sobre a greve dos professores do município, oficializada ontem (12). Júlio afirma que as aulas do ano letivo 2018 deverão começar a partir de uma decisão jurídica.

“O setor jurídico da Prefeitura entrará amanhã com uma ação no Poder Judiciário e aguardaremos a decisão sobre a ilegalidade da greve. A partir daí, iremos sentar com os professores e elaborar um calendário para que os 200 dias letivos sejam cumpridos”, afirma o secretário.

Sobre o pagamento dos professores, Júlio disse que está esperando a chegada do aporte financeiro enviado pelo Governo Federal. “O município vem pagando os meses trabalhados em dias, apenas dezembro que está faltando. Ontem foi assinado o aporte financeiro do Governo Federal, a gente aguarda o anuncio de quando esse recursos chegará para que possamos quitar a inadimplência com os professores”, destacou.

Veja também:

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp