Secretário de Saúde de Montadas, irmão do prefeito continua devolvendo por determinação da justiça, gratificações indevidas que recebia em contracheque

1.028

Em meio a campanha eleiroral por sua reeleição o atual prefeito de Montadas, Jonas de Souza, por mais que tente, não consegue encontrar discurso para explicar as denúncias e constatações de irregularidades existentes em sua administração. Além do nepotismo, da farra das diárias e outras situações que há muito tempo envergonham o município, e mais recente o envio do projeto de autoria do executivo à Câmara Municipal aumentando em mais de 30% o próprio salário, do vice e dos vereadores, outra situação continua constrangendo os montadenses: o secretário municipal de saúde, Erasmo de Souza, que vem a ser irmão do prefeito, ainda não pagou todo o dinheiro que recebeu ilegalmente do chefe do executivo, através de gratificações em seu contracheque, num total de quase R$ 70 mil.

Condenado pela Justiça a devolver montante arbitrado pelo recebimento indevido de valores que foram creditados pelo irmão prefeito em seu contracheque, Erasmo de Souza, ainda paga as parcelas devidas.

As gratificações que eram concedidas ao secretário tratavam-se de benefícios que não condiziam com seu cargo, mas eram feitas apenas aos cargos comissionados nas funções de chefia, direção e assessoramento.

Sem argumentos para justificar tais pagamentos, a defesa do prefeito Jonas de Souza não conseguiu provar a legalidade das gratificações e muito menos o prefeito, que diante da ausência de ações municipais na saúde, educação e no social, prefere ignorar mais um de seus atos contra a população de Montadas.



Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp