Secretário de Saúde de Puxinanã rebate críticas da oposição:”Só não vê quem não quer”

Durante entrevista a Rádio Cidade AM, na tarde desta quarta-feira(13), o secretário de Saúde de Puxinanã, Manoel Filho, respondeu a uma série de críticas feitas pela oposição do município. Segundo ele a saúde na cidade tem tido importantes avanços nos últimos meses, a exemplo de reforma e ampliação de unidades de saúde,melhorias e a oferta de serviços médicos que antes não se tinha.

“O opositor é pago pra criticar, e o de situação para falar de bem. Eu ficaria preocupado se a pessoa que tivesse criticando fosse alguém do nosso grupo, porque o opositor xiita você pode apresentar ouro que ele vai dizer que é prata. Só não ver quem não quer”, afirmou o secretário de saúde.

Ele ainda aproveitou o espaço para divulgar as últimas ações implementadas, a exemplo da resolução de uma demanda reprimida de 16 mil exames médicos deixados; instalação de ar-condicionados em todas as unidades de saúde do município; contratação de mais médicos, fonoaudiólogos, dentistas para atender nessas unidade e a reforma e ampliação da Maternidade Municipal.

Ele salienta que essa trabalho se deve a juventude da atual gestão de Puxinanã, que tem tido uma noção mais ampla do que é público. “Está vindo uma geração de profissionais de várias profissões com mais noção de administrar o que é público, nós vemos em Brasília tantos escândalos, como alguém guardar R$ 50 milhões dentro de um apartamento, e na maior parte das vezes falta Captopril na boca de quem mais precisa e fraldas descartáveis às crianças, que buscam o serviço de saúde pública”, completou Manoel Filho.

Redação

 

VEJA TAMBÉM

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp