Sem combustível em ônibus, alunos de Areial e Mogeiro não vão à escola nem faculdade

Estudantes das duas cidades estão prejudicados por falta de combustível no transporte escolar.

Estudantes de Areial e Mogeiro, cidades do agreste paraibano, estão passando por “maus bocados”. As prefeituras não pagaram aos fornecedores de combustíveis e o efeito causado foi os ônibus paralisados e alunos prejudicados.

Em Areial, o contador Carlos Henrique, de 31 anos, disse que o município encontra-se em estado de calamidade. Carlos informou que os ônibus escolares não estão circulando por falta de combustíveis.

Ainda em Areial, nossa equipe conversou com a estudante Vivineide Martins, de 35 anos, que precisa do transporte escolar semanalmente para se deslocar para o município de Lagoa Seca, onde finaliza o curso de Agroecologia. A estudante informou que o transporte escolar não estaria realizando o percurso por falta de combustível. “Infelizmente hoje não fui, pois fui comunicada que não teríamos ônibus por falta de combustível”, denunciou.

Já em Mogeiro, a dona de casa Maria Venâncio, 36 anos, diz que além da falta de combustível, a prefeitura ainda não pagou alguns concursados da educação. “Tenho certeza que isso vai prejudicar muito as crianças, porque se elas ficarem sem aula, não têm como aprender. Mesmo que aprendam em casa, não é igual ao ensino da escola, as crianças vão ser prejudicadas mais na frente”, reclama.

O prefeito de Mogeiro, Antonio Ferreira (PR), justificou que os ônibus escolares estão momentaneamente paralisados para algumas comunidades, devido ao não pagamento atribuído a um problema burocrático direcionado a empresa que conquistou os direitos de prestação deste serviço para o município. “ Mesmo com o recurso financeiro estando em caixa o município fica impossibilitado de realizar o pagamento, pois se assim o fizer estará indo contra princípios de leis que regulamentam o serviço e esse pagamento passará a ser realizado de forma irregular”, afirmou.

O prefeito de Areial, Cicero Pedro Meda de Almeida (PMDB), não atendeu os nossos telefonemas.

Redação.

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp