Senado aprova projeto de lei elaborado por ‘jovem senador’ de Pocinhos

O substitutivo ao Projeto de Lei que institui a oferta de serviço de orientação vocacional gratuita para alunos do ensino fundamental, de autoria do ‘jovem senador’ paraibano Kaique Porto foi aprovado no Senado Federal no último dia 13 de abril.

Kaique Porto é ex-aluno da Escola Estadual Afonso Campos, de Pocinhos, e representou a Paraíba no programa Jovem Senador em 2014. O PLS 426/2015 ainda terá que passar por um turno suplementar de votação no Plenário antes de seguir para a Câmara dos Deputados.

De acordo com o projeto, terão direito ao serviço de orientação profissional especializada estudantes da rede pública e bolsistas integrais da rede privada, a partir do último ano do ensino fundamental. O projeto foi ideia do estudante da Paraíba, com a colaboração de alunos de outros Estados, que participaram do programa Jovem Senador, em Brasília.

Para Kaique Porto, o projeto Jovem Senador é uma oportunidade de se conhecer e conhecer a ideia do coletivo, de se entender, de viver a cidadania plena; de sonhar, mas, sobretudo, uma oportunidade de enriquecimento enquanto ser humano.

“Vejo que todo o trabalho realizado no Senado Federal se materializou e caminha para vingar frutos, por meio da aprovação de um projeto de lei desenvolvido por mim e por um grupo seleto de participantes da edição que pensaram na realidade do País. Por fim, cito o poeta Fernando Pessoa para resumir o sonho dos jovens senadores da edição de 2014: Tudo vale a pena quando a alma não é pequena. Navegar é preciso”, ressaltou Kaique.

Jovem Senador 2016 – O Concurso de Redação do Senado Federal, para selecionar os estudantes que participarão este ano do Programa Jovem Senador está na sua 9ª versão. As inscrições tiveram início no dia 13 de abril e vão até 29 de julho. Este ano, o tema da redação é Esporte: Educação e Inclusão’.

Criado em 2011, o projeto seleciona anualmente um aluno de cada estado e do Distrito Federal, que tenha até 19 anos e esteja cursando o ensino médio em escola pública. Durante uma semana, os estudantes conhecem o funcionamento da Casa, apresentando e discutindo projetos nas comissões e no Plenário.

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp