Senador preso botou a mão em milhões de dólares

Brasília – Senador Delcídio do Amaral coordena o 1º Fórum Nacional de Infraestrutura. Em debate, transporte, energia elétrica, combustíveis, mineração, telecomunicações, saneamento, entre outros(José Cruz/Agência Brasil)

O ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró relatou aos procuradores, na fase de negociação de sua delação premiada, que o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) recebeu suborno de US$ 10 milhões da multinacional Alstom durante o governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), entre 1999 e 2001, revela o jornal Folha de São Paulo.

À época, ele ocupava a diretoria de Óleo e Gás da Petrobras, e Cerveró era um de seus gerentes.

O ex-líder do governo no Senado foi preso no âmbito da Lava Jato no dia 25, sob acusação de tentar obstruir a investigação – ele prometera dinheiro a Cerveró para que seu nome não aparecesse na delação do ex-diretor da estatal.

*Com informações de uol

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp