Servidores de Lagoa Seca anunciam paralisação das atividades devido à falta de pagamento salarial

Os servidores municipais de Lagoa Seca decidem paralisar as atividades a partir de amanhã, dia 09, em protesto pelo não pagamento do salário do mês de outubro. A paralisação abrange as categorias dos professores, técnicos, vigias e auxiliares de serviços gerais. De acordo com o que foi decidido em assembleia, caso não recebam até o quinto dia útil do mês, paralisam as atividades.

Além da falta de salário, o pessoal de apoio passa por um momento difícil que para sanar o problema da demissão de contratados, a Seduc transferiu após o período eleitoral, vários auxiliares de serviços gerais e vigilantes. A diretora do Sintab Lagoa Seca Dayane Muniz informou que mensalmente os trabalhadores da cidade passam por esse tipo de constrangimento por parte da gestão de José Tadeu (PSC), prejudicando a vida do cidadão. “Iremos fazer valer os nossos direitos”, afirmou Dayane Muniz.

Para os primeiros dias de paralisação, os servidores irão participar de atividade de conscientização e mobilização, entre eles destaca-se na quarta-feira, dia 09, Assembleia Geral que ocorrerá em Campina Grande sobre a PEC 241/55; na quinta-feira, dia 10, haverá o Seminário de Impactos da PEC 241/55; e no dia 11 se unem a paralisação nacional contra a PEC 241/55.

 

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp