Servidores interditam garagem municipal em protesto contra retirada de direitos

Imagem: Sintab PB

Dezenas de servidores de todas as categorias do município de Montadas, no Agreste da Paraíba, fecharam a garagem municipal na manhã desta quinta-feira (3). Eles protestaram contra o descumprimento de diversos direitos. A ação foi coordenada pelo Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste e da Borborema (Sintab).

Os trabalhadores se concentraram em frente ao portão às 5h30 e permitiram apenas a saída dos veículos de transporte de doentes para outras cidades. Da garagem, os efetivos saíram pelas ruas centrais em caminhada e retornaram às 10h, para conclusão do movimento.

Imagem: Portal Helder Moura

De acordo com o diretor do Sintab em Montadas, Marcelo Vieira, o ato dá continuidade à luta dos servidores municipais, que se arrasta há vários meses.

“Realizamos várias assembléias, enviamos vários ofícios e conseguimos ter uma audiência com o secretário de educação e o secretário de saúde, mas o prefeito Jonas de Souza faltou. Na ocasião debatemos alguns pontos e ontem o prefeito enviou ofício informando que vai conceder reajuste de 6,19% a todos os funcionários que recebiam este percentual quando foi feito o concurso em 2014. Na educação houve reunião da comissão do plano de cargos, para fazer avaliação e analisar se é possível a reformulação ou não do plano”, detalhou.

Com relação às demais reivindicações, Marcelo enfatizou que os servidores aguardam que o prefeito chame o Sintab para negociar o mais rápido possível, para tentar resolver todas as questões.

Pauta – Os servidores de Montadas reivindicam o cumprimento do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) da Saúde e a reformulação do PCCR da Educação, o qual já houve reunião para analisar se é possível a mudança. Eles denunciam também uma perseguição a motoristas por parte da gestão municipal e pedem a gratificação do PSF para todos os servidores.

Outras pautas são o cumprimento da diferença salarial dos técnicos de enfermagem e de laboratório, a falta de equipamento de Proteção Individual (EPI), fardamento e material de expediente e isonomia salarial entre enfermeiros e odontólogos.

Por último, os servidores ainda reivindicam a melhoria salarial para motoristas e operadores de máquinas, conforme acordo realizado em audiência entre a gestão e a categoria no dia 23 de maio de 2017, a revisão dos laudos de insalubridade, a manutenção do transporte escolar e informações sobre o repasse e a prestação de contas do FUNDEB 2017.

Redação PB Debate com Portal Sintab PB

Veja também: CONFIRMADO: Wilson Filho não disputará reeleição

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp