Sindicalista classifica projeto de cooperação hídrica entre PE e PB como “gesto humanitário”

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas da Paraíba(STIUP-PB), Wilton Maia Velez, ao tomar conhecimento de ataques gratuitos e, com interesses políticos, que estão sendo feitos por alguns poucos contra o Projeto de Cooperação Técnica entre os Governos da Paraíba e Pernambuco, saiu em defesa da formalização desse acordo, por entender que as águas do Rio São Francisco não devem atender apenas a Paraíba, mas também outras cidades que passem pelo drama da falta d’água.

Conforme destacou Wilton Maia, a água do São Francisco é de todos e para todos: “As críticas são levianas, irresponsáveis e desumanas, partidas justamente, dos mesmos que eram contrários ao fim do racionamento. O Acordo visa beneficiar a população da cidade de Santa Cruz, em Pernambuco, que não tem um manancial para suprir as suas necessidades básicas diariamente”.

É importante destacar, frisou o presidente  do Stiupb, que o custo da Estação Elevatória ficará a cargo do Governo de Pernambuco; que os pernambucanos irão pagar pelo consumo e que as águas que chegam ao Açude Epitácio Pessoa (em Boqueirão) procedem de outros Estados.

O presidente do Stiupb lembrou que não haveria como levar água de outros locais da transposição para Santa Cruz, por causa da distância. “Existe um debate sem sentido sobre a Transposição do Velho Chico. As pessoas precisam entender que esse Projeto, que começou no Governo Lula, não foi feito para encher açude, mas sim para garantir o consumo humano”.

“Muitos têm memória curta, mas lembro que o então vereador Buchada, defendeu em 09.11.2015, trazer água de Pernambuco (do Rio Pajeú)para Campina Grande e ninguém nunca criticou o parlamentar. Não vi um críticas sobre o assunto à época”. Link da matéria do ex-vereador Buchada: https://paraibaonline.com.br/2015/11/vereador-sobre-crise-hidrica-a-populacao-nao-deve-acreditar-na-cagepa/

Wilton Maia lembrou que o direito a água é universal, está previsto em Lei. “A água que irá para Pernambuco vem do Rio São Francisco, já que Boqueirão, anteriormente, estava com cerca de 2 dois por cento. Tudo que está chegando em Boqueirão vem de outro Estado”.

A OBRA – O governador Ricardo Coutinho e o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, assinaram nesta sexta-feira (12) a ordem de licitação para a construção da Estação de Tratamento de Barra de São Miguel. A adutora que sai do rio Paraíba, passa em Barra de São Miguel e vai até Santa Cruz do Capibaribe, em Pernambuco.

A assinatura do termo de cooperação entre os Estados aconteceu na Praça Esmael Mahon, no Centro de Barra de São Miguel, na Paraíba.

Ascom

VEJA TAMBÉM

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp