Supremo Tribunal Federal entende que vaquejadas são ilegais

Fonte: Jornal da Record

Compartilhar