Surto de H1N1, dengue, zika e chikungunya preocupa população de Cajazeiras

A população de Cajazeiras, no Sertão paraibano, está temerosa com os crescentes casos de H1N1, dengue, zika e chikungunha registrados nos últimos dias na região. Recentemente, um homem de 46 anos faleceu na zona rural da cidade, suspeita de H1N1, caso ainda está analisado pelo Instituto de Perícia Científica.

Diante da preocupante realidade, o deputado estadual José Aldemir (PP) visitou durante o final de semana moradores das comunidades de Javigor e Jardineiro, na Zona Rural Norte da cidade. No Javigor, acompanhado do padre Francivaldo Albuquerque, José Aldemir percorreu sítios e residências, oportunidade em que pôde constatar o abandono do poder público com o cidadão cajazeirense.

“Lamentável. Não vemos qualquer ação da prefeitura de Cajazeiras junto à população”, disse o deputado em entrevista à imprensa local. “Precisamos, urgentemente, de um efetivo de agentes de saúde e endemias visitando as residências, fiscalizando pontos críticos, orientando a população”, completou.

Segundo informes da população, sequem o conhecido “carro fumacê” está sendo utilizado nas comunidades rurais. “Isso é muito ruim!”, exclamou Aldemir. “Além de faltar o básico que é a prevenção, as Unidades Básicas de Saúde (UBS) não estão aparelhadas para receber a demanda de doentes, e nós sentimos na pele essa exclusão de atendimento à saúde pública”, denuncia o parlamentar.

Ainda no final de semana, José Aldemir ouviu as demandas dos moradores da comunidade do Jardineiro, em reunião na Associação Comunitária de Moradores. Uma das maiores carências da comunidade é a falta de um reservatório adequado para armazenamento e distribuição de água nas residências. “A atual gestão prometeu durante campanha realizar a ampliação do precário abastecimento da região, mas não o fez, nos enganou”, disse um dos moradores. Questões como insegurança, melhoria das estradas vicinais e uma base de apoio, ou até mesmo uma Unidade Básica de Saúde (UBS) na comunidade também foram algumas das demandas apresentadas ao deputado, pré-candidato a prefeito de Cajazeiras nas eleições deste ano.

“Não podemos aceitar com tranquilidade todas essas queixas, o povo de Cajazeiras está vivenciando uma das piores gestões administrativas de sua história, disso eu não tenho dúvida”, refletiu o deputado. “Lamentável vivenciar uma crise administrativa tão grande igual esta provocada pela gestora que deveria ter tomado as providencias e medidas necessárias, mas possivelmente ela tenha sido obrigada pelo esposo a conduzir desta forma lastimável a gestão”, afirmou.

Fonte: PBagora

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp