No xadrez político, já tem mais de 25 nomes para a disputa da presidência

Até o momento, cerca de 25 nomes de políticos e empresários foram indicados por seus partidos ou divulgaram interesse em participar da disputa presidencial. Até o dia 7 de abril, políticos que ainda não têm um partido definido devem se filiar a um para poder competir. O registro das candidaturas deve ser feito até 15 de agosto.

As eleições gerais acontecem apenas em outubro, mas as movimentações com relação a possíveis candidatos à presidência do país ocorrem desde o ano passado.  Cerca de  25 pré-candidatos foram indicados por suas siglas ou divulgaram interesse em participar da disputa presidencial até o momento.

A disputa traz um número de candidatos elevado, superior ao visto nas eleições de 1989, em que Fernando Collor de Mello foi eleito. Direita e esquerda terão mais representações, tendo competições entre partidos de um mesmo campo ideológico que costumavam se unir para lançar apenas um candidato. O cenário é incerto, já que o nome que lidera as pesquisas de intenção de voto, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), pode não estar elegível devido a condenação por corrupção.

Confira a lista de pré-candidatos por ordem alfabética:

Aldo Rebelo (PSB)
Álvaro Dias (Podemos)
Beto Albuquerque (PSB)
Cabo Daciolo (Avante)
Ciro Gomes (PDT)
Cristovam Buarque (PPS)
Dr. Rey (sem partido)
Eymael (PSDC)
Flávio Rocha (sem partido)
Fernando Collor de Mello (PTC)
Geraldo Alckmin (PSDB)
Guilherme Boulos (Psol)
Henrique Meirelles (PSD)
Jair Bolsonaro (PSL)
João Almoêdo (Novo)
João Vicente Goulart (PPL)
Joaquim Barbosa (sem partido)
Levy Fidelix (PRTB)
Luiz Inácio Lula da Silva (PT)
Manuela D’Ávila (PCdoB)
Marina Silva (Rede)
Paulo Rabello de Castro (PSC)
Rodrigo Maia (DEM)
Valéria Monteiro (PMN)
Vera Lúcia (PSTU)

Com informações do´O Povo

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp