TCE faz pente-fino em documentos da gestão passada na Prefeitura de Itabaiana

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), está em diligência desde o começo da semana, na Prefeitura Municipal de Itabaiana e secretarias municipais, recolhendo documentos e informações para subsidiar analise e apreciação das contas do Município, referentes a gestão nos anos de 2015 e 2016, quando a cidade era administrada pelo então prefeito Antônio Carlos Rodrigues de Melo Júnior (PMDB).

Dentre as informações e documentos requeridos estão processos licitatórios, processos de contratação de serviços, ferramentas de controle de distribuição de combustíveis, processos de pagamento, como empenhos e notas fiscais, entre outros.

Em julho de 2017, a Polícia Civil apreendeu documentos da prefeitura na residência do ex-prefeito, e na residência do ex-tesoureiro Luiz Moreira de Barros Filho, alvos de investigação do Ministério Público da Paraíba (MPPB).

Na época,  a investigação realizada pelo MPPB constatou também que, com a posse do novo prefeito e da equipe, foi verificada a ausência de diversos documentos públicos contábeis e registros eletrônicos nas secretarias do município, isto é, os computadores da prefeitura haviam sido violados e tiveram os HDs retirados.

Atual

O Portal Paraíba Debate entrou em contato com a equipe da atual gestão da Prefeitura de Itabaiana que disse ter recepcionado o TCE, cumprindo com a notificação recebida e fornecendo toda a documentação disponível, mas que não possuia informações sobre a auditoria e aguardará o seu desdobramento.

A atual gestão disse que assessoria confirmou que o ex-prefeito não cumpriu os prazos para apresentação dos últimos balancetes, e nem da Prestação de Contas Anual, o que prejudicou o município com o bloqueio das contas do município, no inicio de 2017. Além disso, a assessoria destacou que a gestão passada deixou documentação precária, o que prejudicou a rotina administrativa.

 

 

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp