Temer irá a Chapecó, mas não confirma presença em velório

Michel Temer, presidente da República pelo MDB

O presidente Michel Temer (PMDB) deve ir apenas no sábado de manhã a Chapecó, onde acontecerá a cerimônia de velório coletivo dos jogadores e comissão técnica da Chapecoense, vítimas de um acidente aéreo na última terça-feira. A previsão inicial do Planalto é que o presidente apenas receba os corpos no aeroporto. Por isso, o horário da viagem está dependendo da liberação na Colômbia. Até o momento, não está prevista a participação de Temer na cerimônia na Arena Condá.

A agenda presidencial, entretanto, ainda não está fechada. Por conta da participação de autoridades internacionais, como o presidente da Fifa, Gianni Infantino, que cancelou seus compromissos em outros torneios para viajar ao Brasil prestar homenagem às vítimas da Chapecoense, e também devido à grande comoção nacional com a tragédia, a participação de Temer no evento seria importante pelo simbolismo no momento, de acordo com avaliação de interlocutores.

Há, porém, aqueles que argumentam que o momento exige “sensibilidade” com as famílias e com a torcida. O receio de vaias ao presidente é minimizado justamente por conta da tristeza envolvendo a tragédia. O risco de alguma hostilidade política não é completamente descartado, mas – segundo fontes do Planalto – não está sendo considerado na decisão da agenda do presidente. Com informações do Estadão Conteúdo.

Notícias do Minuto

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp