“Um projeto de nome ‘escola sem partido’ é algo sem lógica”, afirmam vereadores de Montadas

Em entrevista à Rádio Cidade AM, na tarde desta terça-feira(31), os vereadores de Montadas, Naldo Oliveira(PSD) e Eliane Costa(PSB), realizaram uma balanço dos últimos projetos e requerimentos discutidos e votados na Câmara Municipal. Os parlamentares comentaram sobre o veto ao projeto de lei “Escola sem Partido”, salientando que a derrubada do projeto demonstra claramente que não houve uma discussão mais ampla da proposta.

Segundo Naldo a votação foi bastante intensa no município, ficando evidente que é preciso ampliar as discussões quanto as relações estabelecidas no ambiente escolar. “Devemos trabalhar unidos: pais, alunos e professores para vencer as diferenças”, afirmou. “Não é justo que apenas se coloque a responsabilidade nas costas dos professores.Quando trabalhamos unidos as coisas acontecem naturalmente”, completou.

Já Eliane também reforçou as colocações do seu colega de parlamento, salientando as críticas que recebeu por ter votado contra o projeto.”Um projeto desse tamanho com tanta proporção merecia uma discussão melhor. Deveria estudar um pouco mais, conversei com pais de alunos e cheguei a conclusão que votando contra o projeto seria melhor. Muitos se usaram desse projeto para dizer que estávamos sendo contra as famílias. Foi analisado todos os lados e fizemos a melhor escolha”, analisou a vereadora.

“Um projeto de nome ‘Escola sem partido’ fica algo até sem lógica.Se você ver a questão da direção da escola os alunos terão que, invariavelmente, ter partido e um fundamento político, principalmente na realidade em que se vive hoje”, acrescentou a vereadora.

Redação

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp