Veneziano: ex-tesoureiro não foi “atendido nas tentativas de extorsão”

Mediante texto postado na rede social Facebook, o ex-prefeito Veneziano Vital do Rêgo (PMDB-CG) buscou desqualificar as denúncias feitas ao jornal Folha de São Paulo pelo ex-tesoureiro de sua gestão, Rennan Trajano.

Leia o texto na íntegra.

“Em atenção à imprensa e à população, sobre as infâmias do sr. Rennan Trajano Farias, esclareço:

Os comentários do sr. Rennan Trajano Farias demonstram bem seus propósitos de, não apenas agora, mas, há algum tempo, atingir à minha honra.

Não raro, o sr. Rennan Trajano Farias procura veículos de comunicação para me atribuir, falsamente, condutas ilícitas, sem, porém, receber credibilidade.

O jornal Folha de São Paulo, porém, veiculou matéria contendo novas investidas do sr. Rennan Trajano Farias.

É obvio que há um forte componente político na conduta do sr. Rennan Trajano Farias, bem assim uma intenção clara de tentar construir uma tese em face das investigações judiciais instauradas contra ele: atacar, desvairadamente, para se defender.

Emblemático é o fato do sr. Rennan Trajano Farias insistir na imputação midiática, antes mesmo, conforme afirmou à Folha, de ser ouvido pelo MPF.

Certamente não faltam estímulos e subvenções às delinquências verbais do sr. Rennan Trajano Farias.

No período em que administrei Campina Grande – PB, o sr. Rennan Trajano Farias, servidor público comissionado em gestões anteriores, exerceu os cargos de gerente da secretaria de finanças e também diretor administrativo e financeiro da pasta.

Desconhecia, à época, suas reprováveis qualidades.

A obtenção de recursos financeiros em minhas campanhas eleitorais sempre ocorreu conforme as regras legais, sendo as contas respectivas devidamente aprovadas.

Meu relacionamento com empresas que prestaram serviços ao Município se deu no âmbito meramente institucional.

Serviços, esses, comprovadamente realizados sem quaisquer irregularidades ou questionamentos.

Por isso nas suas afirmações o sr. Rennan Trajano Farias, não indica quais ou que obras foram contratadas e deixaram de ser executadas.

Desesperado por não ser atendido nas tentativas de extorsão, resta ao sr. Rennan Trajano Farias incorporar o papel de vilão arrependido, ao gosto do cliente.

Reitero minha tranquilidade. Não surpreende a manipulação e utilização de figuras subterrâneas no intuito de me desconstituir.

É prática conhecida e fracassada.

Por fim, informo, ainda, que adotarei providências legais em relação a essas leviandades do sr. Rennan Trajano Farias”.

Fonte: Paraiba Online

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp