Vereador da PB nega denúncia de pedofilia e afirma que documento divulgado não existe

O vereador Jucinério Félix (PPS) se pronunciou nesta terça-feira (4), rebatendo as acusações de pedofilia, que está em um documento supostamente encaminhado ao Conselho Tutelar do Município de Cajazeiras.

O documento dá conta de um suposto abuso a um menor de 17 anos pelo vereador na cidade. A denúncia anônima foi recebida pela Coordenadora do Conselho Tutelar, Terezinha Carolino, nesta segunda-feira (2).

O vereador negou a denúncia, acionou um advogado e se encaminhou até o Conselho Tutelar, porém, o órgão informou que não existe denúncia alguma contra ele.

Jucinério assegurou que a conselheira terá que responder.

De acordo com o parlamentar, a conselheira em questão estava de folga no dia do recebimento da suposta denúncia e questionou acerca do vazamento sem que as partes envolvidas tomassem conhecimento.

Jucinério afirmou que irá registrar Boletim de Ocorrência e acionará o Judiciário.

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp