Vereador de oposição se uniu à bancada de situação para aprovar reajuste

Anderson na tribuna da Câmara Municipal (Foto: Reprodução)

O vereador Anderson Maia (PSB), líder da oposição na Câmara Municipal de Campina Grande deu uma trégua à bancada de situação – com quem vem travando embates há quase quatro anos – por causa de projetos, que segundo ele não representam o anseio da maioria da população. Na votação do reajuste e implantação do 13º a vereadores e ao prefeito, vice e secretários, Maia e o também oposicionista, Galego do Leite se uniram aos demais, garantindo o número de votos necessários a aprovação das polêmicas proposituras.

Apesar da espinhosa missão de ser alvo das críticas ter cabido ao presidente da Câmara Municipal, vereador Antonio Pimentel Neto e a o líder da situação Alexandre do Sindicato, os votos de oposição causaram estranheza entre a população.

“Não dá mais para confiar em papo de político, eles não tem qualquer coerência, a gente acaba se iludindo ao achar que por estar no lado oposto ao do poder constituído ou por levantar determinadas bandeiras, um parlamentar merece nossa confiança. Na hora de defender o bolso, eles não pensam sequer por um segundo no povo, que além de receber péssimas remunerações têm reajustes que não cobrem sequer a inflação”, disse o auxiliar de biblioteca, Miguel Araújo.

O vereador Anderson Maia é sobrinho do chefe de gabinete do Governo do Estado, Fábio Maia, que durante o último pleito municipal foi alvo de comentários sobre a postura de indiferença em relação à candidatura do candidato a prefeito, apoiado pelo governador Ricardo Coutinho.

Abaixo confira a relação dos vereadores presentes que votaram à favor do reajuste:

Lula Cabral
Sargento Régis
João Dantas
Saulo Noronha
Lafite
Ivan batista
Marinaldo
Joia Germano
Buchada
Alexandre do Sindicato
Nelson
Galego do Leite
Anderson Maia
Ivonete

Compartilhar