Vereador nega estar “alinhado” ao prefeito Romero e critica bancada de situação

O vereador Napoleão Maracajá (PCdoB) negou, nesta sexta-feira (27), que tenha passado para a base governista do prefeito Romero Rodrigues, mas elogiou a posição do prefeito em vetar a proposta de emenda para a Lei nº 74 de 10/1979, a fim de que  o domínio do terreno localizado na Rua Santo Antônio, com cerca de 60 mil metros de área voltasse ao patrimônio de  Campina Grande.

O veto foi derrubado pela bancada de situação acrescida do vereador Rodrigo Ramos (SDD), na última quinta-feira (26).

Napoleão defendeu que Romero agiu corretamente ao vetar a emenda e garantiu que na próxima semana vai ao Ministério Público para tentar, junto ao promotor do Patrimônio Público, a possibilidade de reverter a decisão dos vereadores em favor do povo de Campina.

–  A minha posição é uma posição coerente e conhecida do povo, seja na gestão do PMDB ou PSDB, mas temos buscado votar aquilo que é certo e sempre procurando proteger o patrimônio de Campina. A bancada do prefeito deve uma explicação ao povo de Campina Grande. Acho que foi um equívoco dos vereadores do governo de Romero e, também, de Rodrigo Ramos ter permitido que esse patrimônio não voltasse ao município. A bancada de oposição votou de forma coerente e não se trata de estar alinhado ou desalinhado com o prefeito. Nós estamos alinhados com o interesse público e sempre que o prefeito estiver protegendo o patrimônio da cidade, terá meu voto – explicou o vereador.

*A declaração foi feita à Rádio Correio FM

FONTE: Da Redação*

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp